saia masculina, quem curte?

Marc fucking Jacobs sempre usou

a coleção de inverno 2011 de Jean Paul Gaultier mostrou

e os desfiles de Paris da temporada primavera/verão de 2011  mostraram que é isso mesmo boys :  a saia para homens é super tendência.

Raf Simons, Givenchy e Jean Paul Gautier

Cabe muita ATITUDE, é fato.

Eu, particularmente, usaria fácil em várias ocasiões tipo balada, festa, compras, até pra ir pra faculdade. Com um coturno ou um sneaker de cano bem alto e um jeito manlike ( que não mostre o que não devia) de sentar, a saia pode sim ser usada por homens. Já provaram os escoceses e seus antigos e famosos kilts.

Perguntei pra vários amigos, colegas e pra minha timeline e a galerinha se  dividiu. Mas e vocês? Topariam essa atitude ventiladora das partes íntimas?

Anúncios
Comments
10 Responses to “saia masculina, quem curte?”
  1. Gibran disse:

    Acho o kilt uma peça muito elegante, com um ar aristocrático até. Sem falar no aspecto ventilação!

  2. Emerson disse:

    Olá!
    |
    Gostei da abordágem por ser muito interessante. E falando nisso, vale apena visitarem o meu blog ainda em construção sobre o vestiário masculino:
    |
    http://saiaparahomem.blogspot.com/
    |
    Fique a vontade para seguir, ou comentar.
    |
    Saudação!

  3. Vanessa V. disse:

    as do marc, eu curto. as do gaultier achei bafo. as outras, muito girlie. mas, no geral, eu curto. JURO!

    ALSO, guy ritchie AND gerard butler de kilt. SEM MAIS!

  4. @jancerino disse:

    Eu Adoro! eu tinha uma… linda.. usava sempre.
    mas perdi em algum lugar na minha mudança!

    Vou procurar.. #bateusaudade

  5. Sarah disse:

    da um ar de gladiador! pegael

  6. marie nepomuceno disse:

    acho digno de muita atitude,aliás tem que ter muita pra sustentar a peça.

  7. paulo disse:

    Tem que estar bem, e o estilo tem que ser sobrio, mas vale a ousadia.

  8. Cláudio Gonçalves da Silva disse:

    Tenho hoje 29 anos. Incorporei as saias ao meu vestuário quando tinha 23. Portanto, são já seis anos ou, para ser preciso, a ser completados em novembro. Foi, na verdade, processo e não algo que se deu de uma vez. Sempre tive que sair à procura de modelos que considerava adaptáveis a meu corpo, razoavelmente magro e de 1,77m. Hoje, depois de muito tempo, acredito ter encontrado as que considero as que pegam melhor em mim: os kaftans indianos com corte quadrado.
    Depois que incorporei as saias e vestidos, longe de me sentir menos homem, o que senti foi verdadeira ampliação. Afinal, sem deixar de ser o que era, passei a ser mais. Sem abandonar as camisas e calças de que tanto gosto, passei a usar saias e vestidos.
    Tenho dez modelos, sendo oito vestidos e duas saias, todos (como assinalei acima) com corte quadrado.
    Termino esta mensagem parabenizando-os pelo site e esperando que, o mais brevemente possível, estejamos os homens por aí, de saia nas ruas, sem que ninguém nos olhe com desconfiança ou mal-estar.

  9. Luiz Raponi disse:

    Penso que a saia masculina tem tudo a ver com nosso clima tropical, porque não usar. Sabendo fazer a produção fica um visual muito elegante. Precisamos romper com a tradição de que roupa de homem é só terno e gravata, o guarda-roupa masculino precisa ser diversificado. Se as mulheres passaram a usar calças porque não os homens invadirem o guarda-roupa feminino e pegar as saias?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Um recado importante:

    As imagens postadas aqui no blog servem para fins inspiracionais. Não somos donos delas.
  • Eu participo ♥

  • var _gaq = _gaq || []; _gaq.push(['_setAccount', 'UA-5816696-2']); _gaq.push(['_trackPageview']); (function() { var ga = document.createElement('script'); ga.type = 'text/javascript'; ga.async = true; ga.src = ('https:' == document.location.protocol ? 'https://ssl' : 'http://www') + '.google-analytics.com/ga.js'; var s = document.getElementsByTagName('script')[0]; s.parentNode.insertBefore(ga, s); })();
%d blogueiros gostam disto: